fbpx

Bolsonaro e a inflação da fome

O preço dos alimentos disparou no Brasil durante 2020. Diante disto, Bolsonaro não perde a oportunidade de construir sua narrativa, como está na moda dentro do relativismo atual. “Aumento da inflação é melhor que falta de alimentos”, aí está a narrativa do canalha. Ao lado disso, seu elogio aos “produtores rurais”, nada mais nada menos que os velhos latifundiários que no Brasil são parte da classe dominante desde 1500.

A verdade, no entanto, é que o preço dos alimentos disparou não por conta de falta de oferta ou ausência de demanda – como explicam os economistas Zé Gravatinha que ocupam os noticiários dos jornalões -, mas em função da política externa entreguista do governo Bolsonaro e de Paulo Guedes.

Enquanto os países dominantes implementam política de estoques soberanos de alimentos, o Brasil estimula a exportação destes produtos. Tal fato ocorre por conta de um câmbio hiper desvalorizado de 1 dólar para mais de 5 reais; uma política tributária que cobra apenas 4% de imposto de exportação e desonera em outros tributos; e uma política de crédito que entrega anualmente bilhões para os latifundiários sem nenhuma devolução – vide a eterna renegociação de dívidas levada em frente todo ano pela bancada ruralista.

Diante disso, o alimento produzido em uma safra recorde é exportado e falta na mesa das famílias brasileiras. A pobreza cresce diante da ausência de soberania nacional. A narrativa mentirosa infla diante do entreguismo de Bolsonaro e Guedes.
Fazer hortinha no quintal é pauta da classe média proprietária. Soberania e segurança alimentar é pauta da classe trabalhadora, a única interessada em acabar com o latifúndio e o agronegócio.

Para maiores informações, segue vídeo de atividade do NECAT sobre o tema, ainda em setembro.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Receba os
nossos conteúdos

[contact-form-7 id="488" title="Conteúdos"]

Contribua!