fbpx

Dívida Vencida e Aluguel Atrasado: A Falência dos Pequenos Negócios em Florianópolis

Publicado originalmente em 31 de Agosto de 2020

“Os pequenos burgueses na qualidade de devedores foram entregues nas mãos dos burgueses na qualidade de credores”. Essa é a frase com que Marx define o papel da crise na centralização do capital. De um lado, os pequenos negócios falindo e se defrontando com o fim de sua propriedade. De outro, os grandes capitalistas lucrando com o cenário, absorvendo através dos mecanismos econômicos a propriedade alheia. É este o quadro atual de Florianópolis e de todas as cidades do Brasil. Inúmeros negócios falindo, via de regra, espremidos por seus custos fixos com promissórias de banco e o valor astronômico do aluguel.

Equívoco imenso de supostos defensores dos pequenos negócios acreditar que uma política de microcrédito pode resolver a situação. O crédito, no contexto de crise, é apenas a corda para o pequeno burguês enrolar em torno do seu pescoço na espera do banqueiro lhe chutar o banquinho.

Política séria de defesa de pequenos negócios seria o cancelamento dos aluguéis e das dívidas com os bancos. Estes são os reais carrascos de toda e qualquer iniciativa que alimente o sonho do empreendedor, especialmente em nossa cidade que tem nas grandes construtoras o seu principal pilar de acumulação de capital. Sem acabar definitivamente com a especulação financeira e imobiliária, ou seja, com o próprio funcionamento normal do capitalismo, é impossível qualquer ilusão em torno da prosperidade das pequenas e pulverizadas iniciativas.

Por isso mesmo, entidades como a FCDL que apoiam a política de Bolsonaro e Guedes, projeto completamente alinhado com a aristocracia financeira, servem apenas de bucha de canhão para os grandes empresários implementarem seu projeto ultraliberal. Para aqueles que ainda têm algum grau de consciência política, devem necessariamente firmar aliança com os trabalhadores na luta revolucionária pelo socialismo, a verdadeira mudança de tudo que está aí.

Nosso papel, como uma pré-candidatura revolucionária, é denunciar este quadro e não vender ilusões. Somente um mandato que ataque a especulação imobiliária e o grande capital pode contribuir para reverter o quadro atual de barbárie que já vivemos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Receba os
nossos conteúdos

[contact-form-7 id="488" title="Conteúdos"]

Contribua!